Citrinos | Culturas | ADP Fertilizantes

Citrinos

 

Citrinos 

Dados Culturais

Ciclo cultural Planta arbórea, plantada em pomares de 175 a 700 árvores/ha, tendo as novas ou plantações mais jovens, densidades mais elevadas. Vida útil de 20 a 40 anos. Em pomares intensivos, início da produção no 2º-3º ano, com um pico aos 10-30 anos, e produtividade de 30 a 60 t/ha.
Sistema radicular Raiz do tipo aprumado; a principal ramifica-se muitas vezes em raízes laterais bastante grossas. O sistema radicular mais fino, muito importante para a absorção de água e nutrientes, localiza-se nos primeiros 40 cm de solo, podendo alcançar uma distância de 4-5 m do tronco e uma profundidade de 1-1.5m.
Temperatura, Geada e Vento Temperaturas: desenvolvimento vegetativo entre os 10-12ºC e os 38ºC, sendo o óptimo entre os 23ºC e os 34ºC. Susceptibilidade às geadas e aos ventos fortes.
Solos Texturas ligeiras a médias com boa drenagem. Susceptibilidade à asfixia radicular. pH 6.0-7.0. Planta muito sensível aos sais do solo (salinidade máxima de 2-3 mS/cm).
Rega Necessita de 1200 a 1500 mm por ano e nos meses mais quentes de 120 mm mensais. Não utilizar água de má qualidade (salinas)

Fertilização

Extracções (kg/ha) N: 50-100, P2O5: 15-35, K2O: 60-200, CaO: 25-60, MgO: 15-25, SO3: 20 - 25, B: 0.08-0.14, Cu: 0.02-0.03, Fe: 0.09-0.15, Mn: 0.02-0.04, Zn: 0.04-0.07.
Nutrientes secundários e micronutrientes mais importantes Magnésio, Boro, Cobre, Ferro, Manganês, Molibdénio, Zinco.
Adubação de fundo Produção esperada de 40 -50 t/ha

Quanto menor a fertilidade do solo maior deverá ser a adubação.

Azoto – 50 a 100 Kg/ha.        
Fósforo – 80 a 150 Kg/ha.            
Potássio – 150 a 250 Kg/ha.

Exemplo: MASTER 10 – 800 a 1200 Kg/ha.
Adubação de cobertura Produção esperada de 40 - 50 t/ha

Azoto – 100 a 200 Kg/ha, fraccionar por 2 aplicações: sendo a primeira durante o crescimento dos frutos e a segunda no Verão. Aplicações tardias de azoto podem causar atrasos na maturação.              

Exemplo: NERGETIC 30 ZIMACTIV – 350 a 700 Kg/ha.

Fertirrigação

A adubação de fundo deverá ser metade das doses indicadas.                

Repartir por várias regas as doses semanais indicadas, de modo a não dissolver mais de 2 g de adubo por litro de água de rega.                  

De Fevereiro a Abril: 50 Kg/ha de Azoto, 35 Kg/ha de Fósforo, 35 Kg/ha de Potássio.                    
Exemplo: NUTRIFLUID 12-6-6 – 30 a 40 kg/ha/semana (25 a 30 l/ha/semana).                  

De Maio a Agosto (variedades correntes) ou final de Setembro (variedades tardias): 120 kg/ha de Azoto, 90 kg/ha de Fósforo, 90 kg/ha de Potássio.
Exemplo: NUTRIFLUID 12-6-6 – 45 a 55 kg/ha/semana (35 a 40 l/ha/semana) nas variedades correntes.                  

De Outubro a Janeiro: 10 Kg/ha de Azoto, 20 Kg/ha de Fósforo, 20 Kg/ha de Potássio.
Exemplo: NUTRIFLUID 4-4-12 – 15 a 20 kg/ha/semana (12 a 16 l/ha/semana).

Fertilização Foliar

Até ao início da floração (várias aplicações): PROFERTIL – 4 l/ha e/ou TECNIFOL 12-4-4 – 5-8 l/ha.

Após vingamento dos frutos (várias aplicações): PROFERTIL – 4 l/ha e/ou TECNIFOL 3-8-11 – 5-8 l/ha.

Notas

A deficiência de azoto origina quebras de produção, frutos pequenos e de casca fina, e o excesso de azoto, além dos atrasos de maturação, poderá originar frutos de pequeno calibre, de casca grossa e rugosa, com menor teor de sumo e vitamina C, e de sumo mais ácido.                

A carência de fósforo provoca frutos maiores que o normal, cascas grossas e baixos teores de sumo. Os frutos podem ser pouco firmes e esponjosos, com os gomos separados entre si.                

O potássio faz diminuir a queda da fruta, aumentar o tamanho dos frutos e a resistência das árvores às condições climatéricas adversas, principalmente aos ventos fortes.                

A carência de magnésio pode ser induzida por teores excessivamente elevados de potássio no solo ou por adubações potássicas exageradas.              

As carências de ferro, manganês e zinco são frequentes em solos alcalinos. De uma maneira geral, as folhas e os frutos apresentam um tamanho reduzido sendo a produtividade do pomar muito prejudicada.

 

Unidades fertilizantes recomendadas expressas em: Azoto – N; Fósforo – P2O5; Potássio – K2O.

As doses recomendadas são para as produções referenciadas, devendo sempre ser ajustadas em função das análises efectuadas ao solo, variedades das culturas e à experiencia local na utilização de adubos.

© ADP Fertilizantes 2020 | Todos os direitos reservados